BG tem lucro melhor que o esperado e mostra confiança no Brasil

A empresa de gás e petróleo BG Group teve alta de 27 por cento no lucro do segundo trimestre e afirmou que está confiante sobre suas perspectivas de crescimento em projetos no Brasil.

REUTERS

26 de julho de 2011 | 07h44

A BG teve lucro de 1,12 bilhão de dólares nos três meses encerrados em junho, superando expectativa média de 21 analistas fornecida pela empresa, de 1,07 bilhão de dólares.

A companhia, que espera gerar cerca de 30 por cento de suas receitas no Brasil até 2020, informou que perfurações no país nos primeiros seis meses do ano deram confiança ao grupo sobre seus projetos na região.

"Os reservatórios (brasileiros) estão realmente apresentando uma performance no extremo mais alto das expectativas. Eles são realmente excelentes reservatórios", disse o presidente-executivo da companhia, Frank Chapman, em teleconferência com jornalistas.

Analistas têm especulado que a BG vai buscar vender uma participação em seus ativos no Brasil, algo que a portuguesa Galp afirmou que planeja fazer.

"Vamos manter todas as opções sobre todos os ativos em nosso portfólio sob avaliação. O Brasil não é exceção", disse Chapman.

(Por Sarah Young)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIABGBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.