BHP poderia vender operações de nitrogênio e fosfato da Potash

Venda poderia ocorrer caso a oferta hostil da empresa, de US$ 38,6 bilhões, tenha sucesso

Ligia Sanchez, da Agência Estado,

30 de agosto de 2010 | 09h27

A BHP Billiton deu sinais de que pode, eventualmente, considerar a venda das operações de nitrogênio e fosfato da Potash Corp, caso sua oferta hostil de US$ 38,6 bilhões tenha sucesso. A informação foi publicada pelo Australian Financial Review, citando o analista Mark Gulley, da Soleil Securities, que conversou com o diretor comercial da BHP, Alberto Calderon, na semana passada.

Segundo o jornal, Gulley afirmou que a BHP considera que 70% do valor (da Potash) está nos ativos de carbonato de potássio e que ao longo do tempo, provavelmente, buscaria a possibilidade de se desfazer dos negócios de nitrogênio e talvez do de fosfato. Analistas consultados para a reportagem estimam que a divisão de fosfato está avaliada em cerca de US$ 7 bilhões e a operação de nitrogênio em US$ 5 bilhões.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BHPPotashoferta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.