Biocombustíveis: eleições adiam convênio e implantação de pólo

Piracicaba, 14 - A assinatura do convênio entre o governo federal e a Universidade de São Paulo (USP) para viabilizar a instalação o Pólo Nacional de Biocombustíveis na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), em Piracicaba (SP), foi adiada para o dia 5 de novembro. O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse que a assinatura do convênio, que ocorreria hoje, não poderá mais ser feita porque ela prevê a transferência de recursos federais para a universidade, o que é proibido em virtude das eleições municipais. "Vamos aproveitar, no entanto, essa minha estada em Piracicaba para formalizarmos os últimos pontos desse tema, como determinar uma comissão provisória para cuidar do Pólo e definir a utilização de uma mão-de-obra da Embrapa para ajudar", disse Rodrigues, que transferiu seu gabinete para a sede da Esalq, escola na qual ele se formou em 1965, onde permanece até sábado, durante as comemorações da Semana Luiz de Queiroz. O Pólo Nacional de Biocombustíveis pretende centralizar todas as pesquisas e definir quais as prioridades do setor no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.