BM&FBovespa investirá R$ 450 milhões em dois anos

O diretor de produtos e de Relações com Investidores da BM&FBovespa, Eduardo Guardia, reafirmou nesta sexta-feira, 14, que a bolsa deve investir aproximadamente R$ 450 milhões nos próximos dois anos, considerando o ponto médio do intervalo divulgado pela companhia. A bolsa espera investir de R$ 230 milhões a R$ 260 milhões em 2014 e de R$ 190 milhões a R$ 220 milhões em 2015.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2014 | 10h34

"Em seis anos (desde 2010), teremos investido R$ 1,5 bilhão. Estamos construindo uma ''nova'' bolsa neste período", afirmou Guardia, em reunião com analistas, investidores e imprensa, nesta manhã.

O executivo reiterou que a bolsa vem tendo cada vez mais uma base diversificada de receitas por meio de produtos nos segmentos de ações e derivativos, tanto na área de negociação como em pós-negociação. "Estamos com esforços de novos produtos e novas áreas de atuação, aumentando receitas recorrentes que não dependem de volume", disse Guardia.

Ele afirmou que, a despeito de um cenário mais desafiador com a queda dos volumes no segmento BM&F e no Bovespa, há uma série de produtos que a companhia vem trabalhando com taxa de crescimento bastante elevada, tais como empréstimos ações, tesouro direto, fundos de índices (ETFs), letras de crédito de agronegócio (LCAs), fundos imobiliários e BDRs. A participação desses produtos nas receitas da BM&FBovespa passou de 2,6% em 2009 para 7,7% no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
BM&FBovespainvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.