Estadão
Estadão

BM&FBovespa negocia empréstimo de até US$ 125 milhões com bancos

Bolsa brasileira pode usar recursos para reforçar caixa ou para complementar valor necessário para a compra da depositária Cetip

Renato Carvalho, Fernanda Guimarães, Broadcast

14 Novembro 2016 | 22h04

A BM&FBovespa informou nesta segunda-feira, 14, que a administração da companhia iniciou tratativas com instituições financeiras para contratação de um empréstimo de até US$ 125 milhões, com prazo de um ano.

Caso esse empréstimos seja efetivamente contratado, a BM&FBovespa poderá usar os recursos para reforçar seu caixa, para necessidades no curso dos negócios, ou para complementar o valor necessário para a fusão com a Cetip.

Na sexta-feira, 11, a companhia anunciou que seu Conselho de Administração aprovou a emissão de debêntures, no valor de R$ 3 bilhões. A Bolsa já havia informado que iria recorrer ao mercado de capitais para compor o capital necessário para o pagamento dos acionistas da Cetip, que ocorrerá após o sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

"Neste momento, aguardamos a conclusão do processo de aprovação regulatória da transação com a Cetip e com intuito de atender às necessidades financeiras relacionadas à liquidação da parcela em caixa desta operação, estamos retendo uma maior posição de caixa que, por sua vez, impactou positivamente o resultado financeiro desse trimestre e estruturando a emissão de uma dívida", destaca, no documento que acompanha o demonstrativo financeiro da companhia o diretor executivo Financeiro e de Relações com Investidores da Bolsa, Daniel Sonder.

A combinação com a Cetip custará à BM&FBovespa cerca de R$ 12 bilhões, sendo que aproximadamente de R$ 9 bilhões serão em dinheiro, por conta da estrutura da oferta. Após todos os avais, os acionistas da Cetip receberão por ação detida na depositária R$ 30,75 em dinheiro, montante que começou a ser ajustado pelo CDI desde a reunião do Conselho de Administração da companhia, que recomendou a proposta recebida pela BM&FBovespa, em 8 de abril. 

O restante será pago um porcentual de ações Bolsa, com travas estabelecidas para o preço do papel de R$ 12,51 a R$ 19,75. Hoje a ação fechou em R$ 17. O valor mínimo a ser pago por ação da Cetip será, dessa forma, R$ 42. Hoje, a ação a Cetip fechou em R$ 43,20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.