BMW
BMW

BMW lança moto brasileira de olho na classe média

Com projeto indiano, G 310 R é fabricada em Manaus e tem foco nos países emergentes

Diego Ortiz, O Estado de S.Paulo

10 de maio de 2017 | 17h47

O próximo dia 18 será um marco nas atividades da BMW no País. Por meio de um investimento de € 4 milhões (cerca de R$ 13 milhões) em novos processos de produção, sai da linha de montagem da marca em Manaus a primeira moto de baixa cilindrada de sua história, a G 310 R, que tem motor de 313 cm³. 

Participante do segmento Naked - sem carenagem -, a moto foi projetada em parceria com a marca indiana TVS e será destinada prioritariamente a países emergentes, embora já rode na Europa. 

Na Índia, as vendas de motos chegam à casa de 5 milhões de unidades por ano, cinco vezes o número brasileiro, daí o interesse da BMW de transformar o país em um polo de desenvolvimento de novos produtos.  

A fábrica da BMW em Manaus foi inaugurada em outubro de 2016 e já produz nove modelos, que saem de mãos de 175 trabalhadores contratados na operação. Mas nenhuma das motos foi tão aguardada quanto a G 310 R, que foi mostrada como conceito no último Salão Duas Rodas, em novembro de 2015, e desde lá é o lançamento mais aguardado do setor. 

A expectativa de preço da moto é de R$ 23 mil, bem menos que os R$ 40 mil pedidos pela F 700 GS, modelo mais barato da marca no País até então.

Tudo o que sabemos sobre:
Motocicleta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.