BNDES: agropecuária recebeu apenas 0,3% dos recursos do BNDES

Rio, 19 - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aumentou em 2% seu desembolso para exportações nos últimos 12 meses até maio para US$ 5,977 bilhões, sendo US$ 431 milhões no mês passado. As exportações da indústria, receberam US$ 412 milhões em maio e totalizaram US$ 5,442 bilhões em 12 meses, em ambos os casos, respondendo por mais de 90% dos créditos do banco para exportações. Enquanto isso, a agropecuária recebeu apenas US$ 18 milhões em 12 meses, com aumento de 7% sobre o período anterior. O montante representa apenas 0,3% do desembolso total do BNDES para exportação no período.A indústria em geral teve redução de 2% nas liberações de recursos do banco para exportações em 12 meses. Essa diminuição se deve principalmente ao setor de material de transporte (US$ 3,131 bilhões, 18% menos que nos 12 meses anteriores) e mecânica (US$ 922 milhões, 13% menos que no período anterior), enquanto o conjunto de outros setores da indústria teve aumento de 114% nos valores recebidos do banco no período, totalizando US$ 1,389 bilhão.Dentro das exportações da indústria, tradicionalmente o setor de maior peso é o de material de transporte, em que estão incluídos de aviões da Embraer a plataformas de exploração de petróleo eventualmente vendidas a subsidiárias da Petrobras no exterior, além de automóveis, barcos e equipamentos ferroviários.Outros setores tiveram variações proporcionais maiores, mas com valores são muito menores que os da indústria. As exportações de comércio e serviços cresceram 539%, para US$ 360 milhões até maio. Já o setor de infra-estrutura teve queda de 42% nos desembolsos para exportações em 12 meses, que ficaram em US$ 156 milhões.

Adriana Chiarini

15 de julho de 2007 | 11h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.