BNDES analisa financiamento de R$ 600 milhões à Volkswagen

Luciano Coutinho não deu detalhes sobre qual é o projeto que a companhia pretende investir os recursos pleiteados junto à instituição federal 

Ricardo Leopoldo, da Agência Estado,

21 de março de 2013 | 09h09

SÃO PAULO - O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, afirmou na noite de quarta-feira que a Volkswagen fez consultas de novos financiamentos ao banco oficial que representam R$ 600 milhões e que estão em processo de análise. Ele fez o comentário durante discurso em solenidade de comemoração dos 60 anos da empresa alemã no País. No pronunciamento, ele não deu detalhes sobre qual é o projeto que a companhia pretende investir os recursos pleiteados junto à instituição federal.

"Não é possível dissociar a história da Volkswagen da história da industrialização do Brasil", afirmou Coutinho. Segundo ele, a companhia é um exemplo de empresa que trabalha com inovações tecnológicas, respeito aos trabalhadores e atua respeitando o meio ambiente.

Luciano Coutinho apontou que o Brasil é o terceiro mercado da Volkswagen no mundo. "Eu vejo um futuro alvissareiro para a Volkswagen como grande empresa global", afirmou. Ele ressaltou que espera da companhia continuidade na atuação como líder em inovação. "A plataforma brasileira não pode só estar na dianteira na introdução de novos motores. É preciso também que a plataforma brasileira participe no sistema de engenharia", disse. Segundo o presidente do BNDES, "esse processo cooperativo" é importante para abrir mais oportunidades para a cadeia fornecedora no País. Para o governo, a companhia "haverá de honrar" essa postura no futuro.

Mais conteúdo sobre:
ChiprecriseBCsuporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.