BNDES destina R$ 93,3 mi à compra de ações da ERB

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou uma operação de subscrição de ações no valor de R$ 93,3 milhões na Energia Renováveis do Brasil (ERB), startup de bioenergia. A parceria do banco de fomento com a empresa prevê a listagem das ações da ERB no segmento Bovespa Mais em um prazo de até dois anos.

GABRIELA VIEIRA, Agencia Estado

19 de setembro de 2013 | 16h17

Além dos recursos liberados por meio da BNDES Participações (BNDESPar), a empresa já recebeu R$ 120 milhões do Fundo Caixa Ambiental, gerido pela Mantiq Investimentos, do Grupo Santander. O montante vai compor parte do funding da ERB para o desenvolvimento de projetos de cogeração de energia elétrica a partir de biomassa.

O primeiro projeto da startup, de fornecimento de vapor de processo para a planta petroquímica da Dow Química instalada em Candeias, na Bahia, começa no próximo mês. Além dessa operação, a ERB tem ainda outros 12 projetos em andamento, que totalizam uma produção aproximada de 1,2 mil toneladas de vapor por hora e 205 MW de capacidade instalada para geração de energia elétrica.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESERB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.