BNDES libera empréstimo à Usina Mandu para co-geração de energia

Rio, 3 - O BNDES aprovou financiamento de R$ 35,9 milhões à Usina Mandu S/A, localizada no município de Guaíra, em São Paulo, segundo nota divulgada hoje pelo banco. Os recursos serão usados na ampliação da capacidade de co-geração de energia elétrica a partir de bagaço de cana, de 4,8 MW para 25 MW. O investimento total da empresa no projeto será de R$ 44,8 milhões. Ainda segundo a nota, o financiamento foi autorizado no âmbito do Programa de Apoio Financeiro a Investimentos em Fontes Alternativas (Proinfa), a operação será feita com financiamento direto do BNDES (no valor de R$ 17,9 milhões) e indireto, via repasse dos bancos Unibanco e Itaú (nos valores de R$ 11,5 milhões e R$ 6,5 milhões, respectivamente). A conclusão do projeto está prevista para maio de 2006, coincidindo com o início efetivo da safra 2006/2007. Segundo o BNDES, hoje existe uma pequena potência instalada de co-geração de biomassa de cana no Brasil, de cerca de 2% com relação à capacidade total instalada no País para geração de energia elétrica, mas estima-se que, por meio de financiamentos do Proinfa, no prazo de dois anos possam ser inseridos, pelo menos, mais 1.100 MW de potência instalada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.