Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

BNDES não negocia venda de participação na JBS, diz Rabello

Presidente do BNDES, Paulo Rabello, negou que BNDESPar esteja vendendo suas ações do frigorífico JBS

Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

14 Março 2018 | 18h44

O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, negou hoje que o braço de participações do banco, a BNDESPar, esteja negociando com investidores estrangeiros a venda de suas ações no frigorífico JBS.  Ao participar do Fórum Econômico Mundial, Rabello disse que a JBS faz parte de um grupo de empresas com problemas de governança a serem equacionados antes de serem colocadas à venda.

O executivo disse que o banco não tem no momento nenhuma conversa com fundos para vender sua participação na empresa.

+ Controladores da Fibria confirmam proposta da Paper Excellence pela empresa

A BNDESPar, lembrou Rabello, fez recentemente um levantamento sobre ativos maduros para venda total ou parcial, chegando a uma lista que inclui uma empresa no setor de papel e celulose. Ele não esclareceu, porém, se essa empresa seria a Fibria, alvo de fusões e aquisições.

+ Itambé acusa Vigor por roubo de contrato e exige R$ 400 milhões

"Esse segmento, muito antes de haver essas conversações que vocês sabem que estão em curso, eles (ativos) já estavam designados", comentou o presidente do BNDES.

Circulou na imprensa, na última semana, a informação de que o banco estaria negociando a venda de sua partipação no frigorífico dos irmãos Wesley e Joesley Batista, por um valor de R$ 7 bilhões. O braço de partipações possui 21,32% da companhia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.