BNDES terá William Saab no Conselho de Administração

Quase dois meses após a declaração de resultados da eleição interna, William George Lopes Saab foi nomeado representante dos funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em seu Conselho de Administração. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira, 22.

VINICIUS NEDER, Agencia Estado

25 de novembro de 2013 | 11h33

No segundo turno da eleição, Saab foi eleito com 67,63% dos votos. Integrante da chapa vencedora, Carlos Alberto de Souza foi nomeado membro suplente.

A eleição de representantes dos trabalhadores para os conselhos de administração das empresas estatais com mais de 200 empregados foi determinada por uma lei de 2010. As estatais precisaram alterar seus estatutos sociais para comportar a mudança. O BNDES foi uma das últimas estatais a fazerem isso. A Petrobras já tem representante dos empregados desde março de 2012.

No BNDES, o processo de eleição se estendeu por quase dois meses. Houve idas e vindas de recursos contra o resultado do primeiro turno e até a suspensão do processo eleitoral. No primeiro turno, a chapa liderada por Saab, atualmente lotado na Área de Planejamento, ficou com 39,7% dos votos válidos, seguida pela chapa de José Eduardo Pessoa de Andrade (com 24,1%), do Gabinete da Presidência, e pela chapa de Paulo Cesar de Araújo Barcellos (14,3%), também do Gabinete da Presidência.

A terceira colocada entrou com uma série de recursos contra o resultado, alegando "descumprimento das regras eleitorais concernentes à campanha eleitoral". Assim como nas outras estatais, o representante dos funcionários do BNDES não poderá opinar em questões trabalhistas. Ou seja, terá atuação focada em decisões sobre os rumos do banco de fomento e de suas políticas operacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESWilliam Saab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.