BNY Mellon e Wells Fargo têm lucro no 2º trimestre

Bank of New York Mellon e Wells Fargo anunciaram resultados trimestrais positivos na manhã de hoje. Além de aumento no lucro, os dois bancos norte-americanos informaram queda nos montantes que reservam para lidar com perdas com crédito. Wells Fargo subia 1,04% no pré-mercado, enquanto BNY Mellon ainda não era negociado.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

19 de julho de 2011 | 10h08

O lucro do BNYork Mellon subiu 12% no segundo trimestre deste ano, para US$ 735 milhões (US$ 0,59 por ação), de US$ 658 milhões (US$ 0,54 por ação) no mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, a receita aumentou 15%, para US$ 3,85 bilhões. Os resultados ficaram acima das estimativas dos analistas consultados pela Dow Jones, que previam lucro de US$ 0,55 por ação e receita de US$ 3,68 bilhões.

Os ganhos foram ajudados pelo crescimento de 18% na receita com tarifas, para US$ 3,01 bilhões, enquanto a receita líquida de juros subiu 1,2%, para US$ 731 milhões. Os ativos sob administração aumentaram 21% na comparação anual, para US$ 26,3 trilhões em 30 de junho, e foram 3% maiores do que no primeiro trimestre deste ano.

O Wells Fargo teve alta de 29% no lucro no segundo trimestre deste ano, para US$ 3,95 bilhões (US$ 0,70 por ação), de US$ 3,06 bilhões (US$ 0,55 por ação) no mesmo período do ano passado. A receita caiu 4,7% na mesma comparação, para US$ 20,4 bilhões. O lucro foi mais alto do que o de US$ 0,68 por ação previsto pelos analistas ouvidos pela Thomson Reuters e a receita ficou em linha com os US$ 20,46 bilhões esperados.

O BNY Mellon não fez provisões contra perdas com crédito no segundo trimestre, em comparação com a reserva de US$ 20 milhões feita um ano antes, enquanto o Wells Fargo reduziu suas provisões para US$ 1,84 bilhão, de US$ 3,99 bilhões um ano antes e de US$ 2,21 bilhões no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
lucroreceitaBNY MellonWells Fargo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.