Boeing fornecerá helicópteros de ataque a Coreia do Sul

A Coreia do Sul informou que vai gastar US$ 1,6 bilhão para comprar helicópteros de ataque da Boeing para fazer frente às ameaças militares da Coreia do Norte. Uma frota de 36 unidades do modelo AH-64E Apache Guardian será distribuída pelo território sul-coreano entre 2016 e 2018, segundo a Administração do Programa de Aquisição de Defesa do país.

Agencia Estado

17 de abril de 2013 | 12h40

As aeronaves deverão ter como tarefa destruir tanques norte-coreanos ou veículos blindados no caso de um conflito. A Coreia do Sul teve uma frota do modelo Bell AH-1 Cobra durante décadas.

A decisão, apesar de ter sido tomada antes da recente escalada nas tensões entre os dois países, reflete um movimento de Seul para ampliar seu poder de fogo aéreo. A Coreia do Sul deverá decidir no fim deste ano se compra ou não mais 60 jatos de combate.

O governo sul-coreano escolheu os helicópteros Apache em uma concorrência com o modelo AH-1Z Viper fabricado pela Bell Helicopter e com o T-129 da Turkish Aerospace Industries. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BoeinghelicópterosCoreia do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.