Boeing reduz ritmo de produção do modelo 747-8

A fabricante de aviões Boeing informou nesta sexta-feira, 18, que está reduzindo o ritmo de produção do seu modelo 747-8 em 14%, para 1,5 aeronaves por mês até 2015, "em função da demanda menor no mercado por grandes aviões de passageiro e carga". Em abril deste ano o ritmo de produção já tinha sido cortado em 13%. Na ocasião, a companhia já tinha recebido encomendas para 110 unidades do modelo e entregue 46. Desde então, três encomendas foram canceladas e mais 10 aviões foram entregues.

Agencia Estado

18 de outubro de 2013 | 14h40

A companhia acredita que a demanda por grandes aviões de carga deve começar a se recuperar em 2014 e prevê uma demanda global de 760 unidades nos próximos 20 anos. Segundo a Boeing, a redução no ritmo de produção do 747-8 não deve ter um impacto financeiro significativo.

Apesar de reduzir a produção desse modelo, a companhia tem elevado o ritmo de fabricação de outras aeronaves, como o Dreamliner e a família 737. Com isso, as ações da Boeing acumulam alta de 62% este ano. Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Boeingprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.