Boeing registra adiamentos de pedidos no mercado dos EUA

A fabricante de aviões Boeing viu umasérie de seus pedidos adiados nos Estados Unidos neste ano como setor de companhias aéreas enfrentando os desafios dos altoscusto energéticos, afirmou um executivo sênior nestaquarta-feira. Randy Tinseth, vice-presidente de marketing da BoeingCommercial Airplanes, afirmou que, além dos atrasos houve umcancelamento de pedido, mas ele frisou que o problema serestringe ao mercado dos Estados Unidos --que representa cercade 10-11 por cento de suas vendas. "Nós temos diversos atrasos no mercado norte-americano comas companhias aéreas procurando realizar reduçõessignificativas de capacidade, mas nós estamos satisfeito comnossa diversidade regional. Nós não tivemos adiamentos emoutras regiões", disse ele a repórteres. As ações da Boeing subiam perto de 0,5 por cento nestaquarta-feira. Os custos de combustíveis saltaram neste ano com os preçosrecorde do petróleo, forçando diversas companhias a cortaremsua capicidade e a elevar as margens de proteção de altas noscombustíveis. Mas Tinseth disse que a Boeing não espera que este climaduro persista --prevendo que o mercado de novos aviões cresçano longo-prazo.

JOHN BOWKER, REUTERS

09 de julho de 2008 | 14h22

Mais conteúdo sobre:
AEREASBOEINGATRASOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.