Boi: BB fecha negócio de R$ 450 mil em CPR Remate na Expointer

São Paulo, 9 - O Banco do Brasil fez negócios de R$ 450 mil no lançamento da CPR Remate durante a feira Expointer realizada em Esteio, no Rio Grande do Sul. Foram sete negócios realizados com a nova modalidade de CPR. Segundo o gerente de agronegócios do Banco do Brasil, José Carlos Vaz, o CPR Remate é uma CPR financeira de boi que está disponível para pecuaristas que vendem seus animais em leilão. Vaz explica que estes pecuaristas vendem estes animais em leilão muitas vezes com o pagamento parcelado. A CPR Remate, segundo Vaz, é uma opção para que o pecuarista consiga o montante total de recursos na hora da venda. A CPR é emitida pelo pecuarista e o BB compra a CPR financeira, da mesma forma que já vem comprando CPRs financeiras para montar lastro o suficiente para a emissão dos novos títulos a serem lançados pelo governo. Desta forma, explica Vaz, o pecuarista se capitaliza podendo ir pagando o banco à medida que recebe os recursos do comprador do boi. Dependendo do caso, o próprio comprador poderá pagar diretamente ao BB. As taxas cobradas são aquelas que o BB está utilizando para comprar as CPRs financeiras, entre 1,4% a 1,7%. (fim)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.