LEFTERIS PITARAKIS/ASSOCIATED PRESS/AE
LEFTERIS PITARAKIS/ASSOCIATED PRESS/AE

Bolsa de Hong Kong faz oferta de US$ 36,6 bi por controlador da Bolsa de Londres

Segundo instituição chinesa, fusão das duas bolsas abre oportunidade estratégica de se criar líder global de infraestrutura de mercado; juntas, elas seriam avaliadas em mais de US$ 70 bilhões

Agências internacionais

11 de setembro de 2019 | 12h20

A Hong Kong Exchanges & Clearing (HKEX), operadora de bolsas de Hong Kong, anunciou hoje uma oferta de 29,6 bilhões de libras (US$ 36,6 bilhões) pelo London Stock Exchange Group, controlador da Bolsa de Londres.

A HKEX disse que uma eventual fusão das duas bolsas seria "uma oportunidade estratégica altamente atraente para criar um líder global de infraestrutura de mercado". Juntas, as duas bolsas valeriam mais de US$ 70 bilhões. 

"Ainda é o início do processo então não posso entrar em muitos detalhes nessa fase, mas após muitos meses de consideração, acreditamos que levaremos adiante uma proposta para essa proposta que é ambiciosa e ampla e poderia ter um efeito no mercado financeiro global", afirmou Charles Li, presidente executivo da HKEX.

A Bolsa de Londres disse que seu conselho poderia "considerar esta proposta e fará um anúncio em breve." A instituição recentemente adquiriu a empresa de dados Refinitiv por US$ 27 bilhões. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
bolsa de valoresMercado Financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.