Bolsas dos EUA caem por preocupação com crédito e Wal-Mart

As bolsas de valores dos EstadosUnidos fecharam em queda nesta terça-feira por preocupações comos mercados globais de crédito e com o corte na previsão delucro do Wal-Mart Stores renovando preocupações sobre gastosdos consumidores. O índice Dow Jones caiu 1,57 por cento, a 13.028 pontos,seu menor patamar desde abril. O Standard & Poor''s 500 declinou1,82 por cento, para 1.426 pontos. O Nasdaq perdeu 1,70 porcento, a 2.499 pontos. A previsão pessimista do Wal-Mart e notícias de queempresas de investimento dos EUA querem bloquear resgates defundos abalaram ainda mais a confiança dos investidores. O Sentinel Management Group, que administra 1,6 bilhão dedólares em ativos, informou a seus clientes que queria bloquearresgates para evitar uma liquidação forçada de papéis. "A Sentinel conseguiu as maiores manchetes de hoje, e hárumores sobre mais problemas de liquidez e mais situaçõesdifíceis a respeito de bancos de investimento", disse DavidKatz, da Matrix Asset Advisors em Nova York. O Wal-Mart culpou a pressão do mercado de habitação nos EUApor seu desempenho abaixo do esperado e pela redução de suaprevisão anual, fazendo com que suas ações caíssem 5,1 porcento, cotadas a 43,82 dólares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.