Bolsas dos EUA caem por preocupações com recessão e crédito

As bolsas norte-americanas caírampela terceira sessão consecutiva nesta segunda-feira, à medidaque investidores se livraram de ações financeiras com temoresde mais perdas relacionadas à crise de crédito e preocupaçõesde que a economia norte-americana já esteja em uma recessão. O índice Dow Jones caiu 1,29 por cento, a 11.740 pontos. OStandard & Poor's 500 recuou 1,55 por cento, a 1.273 pontos. ONasdaq retrocedeu 1,95 por cento, a 2.169 pontos. As vendas de ações financeiras se intensificaram apósrumores de que o Bear Stearns estaria enfrentando uma crise deliquidez. Alan "Ace" Greenberg, chairman do comitê executivo dobanco de investimento, chamou a especulação de "totalmenteridícula", mas as ações do Bear Stearns ainda fecharam em quedade 11,1 por cento. As ações financeiras estiveram entre os piores desempenhosà medida que os rumores do Bear Stearns aumentaram a convicçãode que os bancos irão reportar ainda mais perdas com crédito. O Citigroup previu baixas contábeis de 9 bilhões de dólaresnos bancos de investimentos norte-americanos no primeirotrimestre, perdas, em sua maioria, relacionadas à crise dosetor imobiliário. "Existe uma espécie de preocupação de que as condiçõeseconômicas norte-americanas que estão se enfraquecendo estejamse espalhando globalmente", disse Frederic Dickson,estrategista de mercado da D.A. Davidson & Co.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.