Bolsas dos EUA fecham quase estáveis por negócio de aquisição

As bolsas de valores norte-americanasfecharam praticamente estáveis nesta segunda-feira após a maiorproposta de aquisição do ano compensar os comentários domegainvestidor Warren Buffet, um dos patrocinadores do possívelnegócio, de que a economia norte-americana pode enfrentar umalonga e profunda recessão. O índice Dow Jones teve leve baixa de 0,16 por cento, a12.871 pontos. O Standard & Poor's 500 caiu 0,11 por cento, a1.396 pontos. O Nasdaq teve oscilação positiva 0,06 por cento,a 2.424 pontos.Sinais de vida surgiram no moribundo mercado de aquisições efusões quando a Mars, fabricante do doce M&Ms, apresentou umaproposta pela Wm Wrigley Jr, a maior fabricante de goma demascar do mundo. A Berkshire Hathaway de Buffett irá ajudar afinanciar 23 bilhões de dólares da aquisição. O negócio ressaltou a noção de que as ações estãorelativamente baratas, com seus valores pairando perto do menorvalor em mais de 12 anos. Isso ajudou as ações financeiras asuperarem um relatório do Morgan Stanley que previu novosproblemas pela frente para diversos grandes bancos, incluindo oBank of America . No entanto, Buffet disse para emissora CNBC que o EstadosUnidos podem ficar atolados em uma recessão mais longa eprofunda do que imaginado. "Sem este negócio, este seria um dia de baixa por causa dasfinanceiras", disse Jim Awad, chairman do W.P. Stewart AssetManagement. "Eu acho que todo mundo deve estar feliz com onegócio. Ele mostra que ainda tem crédito disponível, mas issonão seria viável seu Buffett."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.