Bombardier fecha contrato recorde com empresa suíça

A fabricante de aeronaves canadense Bombardier fechou o seu maior contrato de todos os tempos, que deverá valer mais de US$ 7,8 bilhões, com a VisaJet, uma companhia de capital fechado de serviços de jatos corporativos com base na Suíça.

LUCIANO BOTTINI FILHO, ESPECIAL PARA AE, Agencia Estado

27 de novembro de 2012 | 16h09

O acordo ultrapassa o recente contrato de US$ 7,3 bilhões da Bombardier com a NetJets, prestadora de serviços de jatos corporativos do grupo Berkshire Hathaway, de Warren Buffet. Na compra anunciada nesta terça-feira estão incluídos ao menos 56 jatos do modelo Global e uma opção para mais 86 unidades.

A VisaJet, que se denomina a empresa de aviação de luxo que mais cresce no mundo, tem uma frota de 50 jatos da Bombardier desde que começou suas operações, há sete anos.

A aquisição da VisaJet é uma boa notícia para a Bombardier, cujas ações já perderam 18% após a notícia do atraso de seis meses na sua linha CSeries. O novo modelo é o mais ambicioso projeto da empresa em 26 anos de indústria aeronáutica. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Bombardiervenda recordeVisaJet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.