Bombardier tem lucro maior que o esperado e planeja novos cortes

A canadense Bombardier divulgou nesta quinta-feira lucro de segundo trimestre ligeiramente acima do esperado, impulsionado por vendas maiores de aviões e trens.

REUTERS

31 de julho de 2014 | 11h07

A companhia, que na semana passada disse que iria reestruturar seus negócios de aviação, afirmou nesta quinta que novas medidas de redução de custos estão sendo implementadas para melhorar a lucratividade em todas as suas divisões de transporte.

A unidade de aviação da Bombardier entregou 62 aeronaves no trimestre encerrado em 30 de junho, ante 57 entregas um ano antes.

A receita com os negócios de aviação subiu 11,4 por cento, para 2,51 bilhões de dólares no trimestre, enquanto a receita da área de transportes subiu 9,4 por cento, para 2,36 bilhões.

A companhia com sede em Montreal teve receita total de 4,89 bilhões de dólares, crescimento de 10,4 por cento.

Porém, o lucro líquido da Bombardier no período recuou 14 por cento, para 155 milhões de dólares.

Em termos ajustados, a Bombardier teve lucro de 0,10 dólar por ação, acima da estimativa média de analistas de ganho de 0,09 dólar por papel.

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASBOMBARDIERRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.