Bovespa é uma escolha para aventureiros?, questiona blog do ‘FT’

Publicação aponta que a Bolsa de Valores brasileira apresentou queda neste ano de cerca de 14%, além dos preços de ações de instituições bancárias terem apresentado retração entre 10% e 20%

Agência Estado,

27 de julho de 2011 | 14h44

O blog "beyondbrics", do jornal britânico Financial Times, publicou uma análise que questiona se a Bovespa é hoje uma "escolha para aventureiros" e coloca em xeque a impressão do mercado financeiro de que o Brasil representa hoje uma boa rota de fuga dos investidores ante as crises nos Estados Unidos e na Europa. Veja aqui a publicação na íntegra.

No texto, a publicação aponta que a Bolsa de Valores brasileira apresentou uma queda neste ano de cerca de 14%, além dos preços de ações de instituições bancárias terem apresentado uma retração entre 10% e 20%. O blog afirma ainda que o setor da construção civil teve um desempenho ainda pior e que as ações de algumas companhias industriais chegou a apresentar recuo de 40%.

"Não, não estamos falando da Grécia ou da Espanha, isso é o Brasil", ironiza a análise, que, na sequência, lembra que o mercado brasileiro é hoje um dos principais destinos dos investidores diante do "clima obscuro" na Europa e nos EUA. "O Brasil, contudo, caminha neste momento para apresentar neste ano um dos piores desempenhos no mercado de ações", acrescenta. O texto cita que os investimentos estrangeiros na Bolsa brasileira teve uma queda elevada de 70% nos primeiros seis meses de 2011, ante o mesmo período de 2010. Ele frisa que até mesmo as ações do mercado grego tiveram uma performance melhor neste ano do que as do mercado brasileiro, ao recuar cerca de 12,8%.

A análise cita ainda recuos nas ações de grandes empresas brasileiras, como a Vale e o Itaú Unibanco que, segundo o texto, apresentou perda de 19% diante do temor do mercado financeiro por causa do aumento da oferta de crédito.

A análise do Financial Times conclui que há, portanto, sinais de que a Bovespa enfrentará desafios no futuro, uma vez que cada vez mais ela dá menos mostras de ser uma rota de fuga para os investidores e dá mais sinais de que se tornará uma escolha para aventureiros, com cada vez mais riscos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.