Bracelpa: exportação de celulose cresce 0,3% em maio

As exportações brasileiras de celulose apresentaram ligeira variação positiva de 0,3% em maio deste ano na comparação com igual mês de 2010, para 697 mil toneladas. Em relação a abril deste ano, as vendas externas cresceram 8,9%, de acordo com os dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

30 de junho de 2011 | 18h26

No acumulado de janeiro a maio de 2011, as exportações de celulose somaram 3,517 milhões de toneladas, uma pequena queda de 0,3% frente ao mesmo intervalo do ano passado. Apesar da estabilidade, a receita obtida com as exportações de celulose (preço FOB) teve uma alta de 6,3% no período em questão, de US$ 1,91 bilhões para US$ 2,03 bilhões.

As vendas domésticas de celulose somaram 126 mil toneladas em maio de 2011, uma queda de 2,3% ante maio de 2010 e um aumento de 3,3% em relação a abril. As vendas internas no acumulado do ano até maio frente ao mesmo intervalo de 2010 apresentaram ligeira queda de 0,5%, para 634 mil toneladas.

A produção brasileira de celulose totalizou 1,151 milhão de toneladas em maio de 2011, queda de 1,7% frente igual mês de 2010 e um aumento de 1,5% ante abril de 2011. No acumulado do ano até maio, a produção interna foi de 5,835 milhões de toneladas de celulose, uma ligeira variação positiva de 0,5% na comparação com igual intervalo de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.