Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Bradesco conclui aquisição de participação do Banco Digio e assume controle indireto

A compra é um dos esforços do banco para ampliar sua presença no digital; negócio foi de R$ 645 milhões

Marcia Furlan, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2022 | 19h49

O Bradesco informou que concluiu nesta sexta-feira, 25, a aquisição dos 49,99% da participação acionária no capital social do Banco Digio, que era detida pela BB Elo Cartões, controlada do Banco do Brasil. O negócio foi realizado por meio de sua subsidiária Bradescard Elo Participações. 

Pela aquisição, que tinha sido anunciada em outubro, a Bradescard Elo pagou R$ 645 milhões à BB Elo Cartões. Com a conclusão da operação, o Bradesco passou a deter, indiretamente, 100% do capital social do Digio.

A iniciativa, segundo comunicado do banco, "reforça a estratégia da Organização Bradesco de expandir a oferta de serviços financeiros por meio de plataformas digitais".

 O Banco do Brasil informou, adicionalmente, que o impacto da venda nos seus resultados do primeiro trimestre, via equivalência patrimonial, será de aproximadamente R$ 213 milhões.

A compra do Banco Digio pelo Bradesco é um dos esforços do banco para ampliar sua presença no digital. A empresa também é dona das plataformas next, banco digital, e Bliz, de carteira digital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.