Bradesco deve abrir entre duas e três agências por dia até fim do ano

Banco tem meta de abertura de novas pontos de atendimento de 175 unidades em 2010

Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado,

27 de outubro de 2010 | 12h30

O Bradesco deve inaugurar até o final deste ano uma média de duas a três agências por dia, segundo o vice-presidente executivo do banco, Domingos Ferreira de Abreu, que participou há pouco de teleconferência com a imprensa para apresentar os resultados do banco no segundo trimestre.

A meta inicial do banco para 2010 era abrir 250 agências. Esse número, porém, não vai ser alcançado e foi revisto no segundo trimestre. Com isso, o banco mudou a meta de abertura de novas pontos de atendimento para 175 unidades este ano.

No ano, até setembro, foram abertas 49 novas agências. Abreu diz que as agências restantes ficarão prontas até dezembro. "É uma média de duas a três por dia." Os 250 inicialmente previstos para 2010 devem ser atingidos no primeiro semestre de 2011.

Segundo Abreu, o banco ainda trabalha no orçamento para definir o número de novas unidades que serão abertas no próximo ano.

Desde que o Itaú se fundiu com o Unibanco, o Bradesco optou por crescimento orgânico como forma de voltar a ser o maior banco privado brasileiros. Por isso, seus ativos vêm crescendo mais que a média do mercado. No terceiro trimestre, cresceram 26% ante igual período do ano passado, para R$ 612 bilhões. 

Tudo o que sabemos sobre:
Bradescoagênicabanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.