Bradesco inaugura segunda agência flutuante no Solimões

O banco Bradesco inaugurou sua segunda agência flutuante no rio Solimões, na região do Amazonas. Com mais um barco, a instituição vai encurtar o tempo para chegar nas 50 comunidades ribeirinhas e 11 cidades que vai percorrer num total de 1.600 quilômetros entre Manaus e Tabatinga.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

26 de maio de 2014 | 15h21

"O barco atual faz duas viagens por mês e está presente nas comunidades entre 7 e 15 dias. Com a inauguração do Voyager V, o Banco estará nas comunidades a cada três ou quatro dias", afirma Josué Augusto Pancini, vice-presidente do Bradesco, em nota à imprensa.

A redução de passagem, conforme o executivo, deve contribuir para o trabalho de bancarização que a instituição realiza na região, a conquista de clientes e venda de produtos. A primeira agência flutuante do Bradesco no rio Solimões foi aberta em 2009. Desde então, o banco abriu mais de 35 mil contas correntes e poupanças e o número de transações ultrapassou a casa dos 4,5 milhões.

De acordo com Pancini, o objetivo do Bradesco com a nova agência é ampliar o resultado que o banco teve até agora. "Tivemos um resultado fantástico. Ter uma agência flutuante é fazer banco de maneira diferente. A partir do momento que a comunidade passou a ter serviço financeiro, consumir algum produto bancário, passou a se desenvolver. Antes havia renda, mas não existia o que consumir. Agora, os estabelecimentos aceitam cartões de débito", resume ele.

Tudo o que sabemos sobre:
BradescoSolimões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.