Bradesco paga R$ 200 mi à Cencosud para gerir cartões

Grupo chileno, controlador no Brasil da rede de supermercados GBarbosa, tem como objetivo triplicar sua base de cartões no País

Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado,

15 de agosto de 2011 | 13h35

O grupo chileno, Cencosud, controlador no Brasil da rede de supermercados GBarbosa, fechou um acordo com o Bradesco para a gestão de cartões de crédito. Pelo acordo, o banco brasileiro vai pagar R$ 200 milhões (US$ 125 milhões) para cuidar dos cartões da GBarbosa e também dos novos plásticos que a empresa do Chile quer lançar no mercado brasileiro, segundo comunicado da Cencosud.

O grupo chileno tem como objetivo triplicar sua base de cartões no Brasil. Só os plásticos lançados pela GBarbosa somam 1,5 milhão de unidades. A Cencosud pretende também lançar cartões de outras cadeias de supermercados que comprou no Brasil, como a Bretas (de Minas) e as redes baianas Perini e Mercantil Rodrigues.

Dos R$ 200 milhões que serão pagos pelo Bradesco ao grupo chileno, R$ 100 milhões estão vinculados ao cumprimento de determinadas metas de desempenho acertadas com a Cencosud e que não foram divulgadas. Segundo o comunicado, em maio de 2012, todos os cartões de crédito do grupo chileno no Brasil vão estar operando com a bandeira da "Cencosud - Bradesco".

A rede mineira Bretas foi comprada pela Cencosud em outubro do ano passado por R$ 1,3 bilhão. O grupo chileno é o quarto maior do setor no Brasil, atrás apenas do Grupo Pão de Açúcar, Carrefour e Walmart. As estimativas são de que o grupo fature perto de R$ 5 bilhões por ano no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
cartãoBradescoCencosud

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.