Bradespar tem prejuízo de R$ 900,3 mi no 4º trimestre

A Bradespar, que tem seus investimentos concentrados na Vale e na CPFL Energia, reportou prejuízo líquido de R$ 900,388 milhões no quarto trimestre de 2013, o que representa alta de 164,6% sobre o resultado negativo de R$ 340,338 milhões obtido no mesmo período de 2012. Em todo o ano de 2013, houve prejuízo de R$ 47,709 milhões, ante lucro de R$ 486,066 milhões no ano anterior.

EULINA OLIVEIRA, Agencia Estado

20 de março de 2014 | 11h38

De acordo com o relatório de apresentação do balanço, em 2013, o lucro líquido ajustado, excluindo os efeitos contábeis não recorrentes, foi de R$ 1,5 bilhão. "Na Vale, esses ajustes contábeis referem-se, entre outros, às despesas financeiras líquidas e efeitos tributários relacionados ao Refis, bem como impairment de ativos, principalmente ao projeto de potássio Rio Colorado, e perdas com variações monetárias e cambiais, totalizando R$ 26,6 bilhões, impactando negativamente em R$ 1,6 bilhão o resultado de equivalência patrimonial na Bradespar", diz o documento.

A equivalência patrimonial foi de R$ 897,795 milhões negativos no quarto trimestre de 2013, aumento de 145,7% sobre igual intervalo de 2012, quando somou R$ 365,374 milhões negativos. Em 2013, a equivalência patrimonial ficou negativa em R$ 117,182 milhões, enquanto em 2012 foi positiva em R$ 392,134 milhões.

A receita operacional foi negativa em R$ 865,012 milhões entre outubro e dezembro do ano passado, avanço de 164,9% na comparação anual. Em 2013, a receita operacional foi positiva em R$ 68,030 milhões, queda de 89,3% ante 2012. A Bradespar informa que a receita operacional do ano passado é composta por R$ 117,2 milhões de equivalência patrimonial negativa da Valepar/Vale, R$ 142,2 milhões de juros das ações resgatáveis recebidos da Valepar e R$ 43,0 milhões de dividendos recebidos da CPFL Energia.

Ainda segundo o balanço, o resultado de equivalência patrimonial na companhia de investimentos, em 2013, excluindo os efeitos contábeis não recorrentes, foi de R$ 1,4 bilhão, totalizando uma receita operacional ajustada de R$ 1,6 bilhão.

No quarto trimestre de 2013, houve despesa financeira de R$ 20,219 milhões, alta de 53,5% na comparação anual. Entre janeiro e dezembro do ano passado, a despesa financeira somou R$ 65,826 milhões, crescimento de 7% sobre 2012.

A companhia explica ainda que os dados relativos ao quarto trimestre de 2012 foram ajustados por mudanças de práticas contábeis.

Tudo o que sabemos sobre:
Bradesparbalanço4º trimestre 2013

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.