Brado: Cade aprova associação do FI-FGTS à empresa

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta sexta-feira a associação do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS) à Brado Logística, anunciou a assessoria da empresa. De acordo com a Brado, o processo foi aprovado sem nenhuma restrição.

WLADIMIR D'ANDRADE, Agencia Estado

05 de julho de 2013 | 16h21

A América Latina Logística (ALL) se mantém como sócia majoritária da Brado, com 62,22% de participação. O FI-FGTS fica com 22,22% e os antigos acionistas da Standard Logística, com 15,56%. O fundo irá aportar R$ 400 milhões na Brado para reforçar a meta de R$ 1 bilhão em investimentos para os próximos cinco anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Brado LogísticaCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.