Brado dobra volume de contêineres transportados por mês

A Brado Logística, empresa controlada pela ALL para serviços de logística intermodal de contêineres, está transportando cerca de 6 mil contêineres por mês, tendo dobrado seu volume médio operado em relação ao início das atividades a companhia, em 2011, quando transportava 3 mil/mês, afirmou nesta terça-feira, 28, o superintendente do corredor Mercosul da empresa, Ricardo Sottomayor.

LUCIANA COLLET, Agencia Estado

29 de outubro de 2013 | 13h40

De acordo com ele, a empresa deve encerrar 2013 com entre 60 mil e 70 mil contêineres transportados e a meta para 2014 é alcançar 100 mil contêineres no ano. Conforme dados divulgados pela ALL em meados deste mês, de janeiro a setembro o volume alcançou 47,5 mil contêineres, alta de 25,6% em relação a igual período de 2012. "Temos muito espaço para crescer", disse Sottomayor.

O executivo salientou que parte do crescimento está relacionada às previsões de bons números das safras de soja, trigo e milho, com destaque para o primeiro grão, onde está o principal potencial para a companhia. A expectativa é de uma expansão de 10% nos volumes de grãos a serem transportados no ano que vem. Com isso, o segmento deverá ampliar sua participação no mix da Brado. Atualmente, a carga frigorífica - com bovinos e suínos - representa 50% do negócio, enquanto os grãos respondem por entre 20% e 25%, disse o superintendente. A empresa transporta, ainda, outros tipos de carga seca, como algodão, bobinas de papel e produtos siderúrgicos.

A Brado atua nas ferrovias da ALL e nos portos de Santos, Paranaguá, São Francisco do Sul e Rio Grande, tendo atualmente uma participação de mercado de 2% do volume movimentado nos portos. A expectativa da companhia é abocanhar até 5% dentro de 2 anos, alcançando 10% em cinco anos, disse Sottomayor.

O executivo participou de uma conferência sobre sustentabilidade no setor de Transporte e Logística, que acontece até quarta-feira, 30, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasocarga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.