Brasil aguarda prorrogação de prazo da Rússia sobre carnes, diz Rossi

Ministro disse que Brasil já começou a atender os 18 pontos da carta enviada pelo país importador e a realizar análises laboratoriais em todas as plantas ameaçadas

Célia Froufe, da Agência Estado,

14 de junho de 2011 | 13h15

Na véspera do prazo final de importação de carnes de 85 frigoríficos brasileiros, quarta-feira, 15, o governo ainda tem expectativa de que a data para a implementação da medida seja suspensa, ou pelo menos prorrogada. "Não recebemos uma resposta final, mas demos a sinalização que os russos esperavam", afirmou o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, durante entrevista coletiva nesta terça-feira.

O ministro disse que o Brasil já começou a atender os 18 pontos da carta enviada pelo país importador e a realizar análises laboratoriais em todas as plantas ameaçadas de serem impedidas de vender à Rússia.

"Fizemos as duas coisas e vamos enviar as informações à Rússia ainda hoje", disse Rossi, acrescentando que o corpo diplomático brasileiro também trabalha com uma ação conjunta insistindo na prorrogação do prazo. O ministro afirmou estar otimista em relação a uma resposta ainda hoje e que espera a autorização da Rússia para que o Brasil possa enviar uma missão a Moscou. "A situação é muito grave, muito difícil", disse ele.

Tudo o que sabemos sobre:
RossiimportaçãoRússiacarnes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.