Brasil aprova mais duas variedades de soja transgênica da Bayer

País passa a ter quatro variedades de soja transgênica aprovadas 

Reuters,

12 de fevereiro de 2010 | 10h26

A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou na quinta-feira, 11, o plantio comercial no Brasil de duas variedades de soja transgênica. As duas variedades contam com a mesma tecnologia e são tolerantes ao herbicida glufosinato de amônio, mas uma é adaptada para o Centro-Oeste brasileiro e outra para o Sul, segundo a Bayer. As aprovações, de acordo com a CTNBio, contou com 18 votos favoráveis. Três membros da comissão votaram contra.

A Bayer, detentora da tecnologia, agora vai trabalhar o plano de negócios para o lançamento das cultivares, informou nesta sexta-feira a assessoria de imprensa da companhia alemã no Brasil, que não forneceu mais detalhes sobre quando espera colocar as variedades no mercado brasileiro.

 

Variedade

Agora, o Brasil, segundo produtor mundial de soja, passa a ter quatro variedades de soja transgênica aprovadas. A primeira delas, já utilizada em larga escala no Brasil, é a Roundup Ready, da Monsanto, tolerante ao herbicida glifosato. A segunda variedade de soja autorizada no Brasil, após anos de domínio da Roundup Ready, foi aprovada pela CTNBio somente no final do ano passado, uma semente desenvolvida em parceria entre a Embrapa e a Basf, tolerante a herbicidas do grupo químico das imidazolinas.

Com a aprovação das sojas da Bayer, o Brasil passa a ter 21 sementes transgênicas aprovadas, considerando 11 de milho e seis de algodão, além das outras duas de soja.

Algumas variedades, entretanto, ainda não estão no mercado, pois boa parte das aprovações pela CTNBio, especialmente de milho, ocorreu em 2009 e não houve tempo para a multiplicação das sementes.

(Por Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODS, SOJA, TRANSGENICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.