Brasil e EUA voltarão a discutir contencioso do algodão em junho

Recentemente, a OMC permitiu aoBrasil impor sanções sobre os EUA por conta de subsídiosconcedidos pelo governo norte-americano a seus produtores de algodão

Célia Froufe, da Agência Estado,

26 de maio de 2010 | 11h57

Representantes do Brasil e dos Estados Unidos voltarão a se encontrar no início do próximo mês para tratar de mais detalhes referentes ao contencioso do algodão, segundo o embaixador Evandro de Sampaio Didonet. "Haverá uma reunião em São Paulo no dia 1º e 2 de junho para dar seguimento ao assunto", limitou-se a dizer durante entrevista coletiva. "Esta é uma negociação em curso".

Recentemente, a Organização Mundial do Comércio (OMC) permitiu ao Brasil impor sanções sobre os Estados Unidos por conta de subsídios concedidos pelo governo norte-americano a seus produtores de algodão. Negociações entre os dois países tratam da criação de um fundo de pesquisa para a produção algodoeira no Brasil bancado pelos Estados Unidos. Os acordos iniciais preveem a soma de US$ 147 milhões que serão voltados ao desenvolvimento de pesquisa e aumento da competitividade da cadeia produtiva algodoeira.

"O algodão foi o primeiro grande caso em que o Brasil em desenvolvimento consegue permissão para retaliar um país desenvolvido", comentou o secretário de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Welber Barral. "É um caso histórico", considerou. 

Tudo o que sabemos sobre:
EUAalgodãoOMCcomércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.