Brasil Foods reverte prejuízo e lucra R$ 6 milhões no 4º tri

Lucro líquido ajustado desconsidera prejuízo fiscal relativo à incorporação da Perdigão, ocorrida nos resultados do primeiro trimestre de 2009

Tatiana Freitas, da Agência Estado,

26 de fevereiro de 2010 | 19h41

A BRF-Brasil Foods apresentou lucro líquido de R$ 6 milhões no quarto trimestre de 2009, revertendo prejuízo de R$ 1,331 bilhão apurado no mesmo período de 2008, segundo dados pro-forma, que incluem também os números da Sadia, divulgados nesta sexta-feira, 26, pela companhia. No acumulado dos 12 meses do ano passado, o lucro líquido ajustado da BRF foi de R$ 360 milhões, ante prejuízo de R$ 2,435 bilhões em 2008.

 

O lucro líquido ajustado desconsidera o prejuízo fiscal relativo à incorporação da Perdigão Agroindustrial, ocorrida nos resultados do primeiro trimestre de 2009. Sem o ajuste, o lucro líquido pro-forma da BRF no ano de 2009 foi de R$ 228 milhões.

 

No trimestre, o resultado líquido da empresa foi influenciado negativamente por ajustes de padronização contábil, necessários em razão da implementação da Lei 11.638, que impactou negativamente a linha outros resultados operacionais e de equivalência patrimonial em R$ 181 milhões.

 

O Ebitda pro-forma da companhia somou R$ 370 milhões no quarto trimestre, com uma queda de 64% em relação à cifra de R$ 1,024 bilhão do mesmo período de 2008. A margem Ebitda foi de 7% no quarto trimestre, ante 16,2% em igual intervalo de 2008. No terceiro trimestre, a margem Ebitda foi de 5,5%. No ano, o Ebitda teve retração de 47%, passando de R$ 2,324 bilhões no quarto trimestre de 2008 para R$ 1,222 bilhão entre setembro e dezembro de 2009.

 

A receita líquida da BRF ficou em R$ 5,306 bilhões no quarto trimestre, 16% menor do que a reportada nos três últimos meses de 2008. Em 2009, a receita líquida caiu 5%, para R$ 20,937 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.