Brasil pode chegar a juro real de 2% até 2014, diz Barbosa

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, a tendência de queda na taxa de juros real deve continuar ao longo da década

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

22 de setembro de 2010 | 12h48

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou há pouco que o Brasil pode ter uma taxa real de juros de 2% até 2014. Ele participa neste momento do 10º Encontro Nacional de Estudos Estratégicos, promovido pela Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, em um centro de convenções, em Brasília.

Segundo Barbosa, a tendência de queda na taxa de juros real, cuja previsão para 2010 é de 5,8%, deve continuar ao longo da década. "O mundo está trabalhando com taxas baixas para os próximos anos, o que permite ao Brasil convergir para um patamar menor. Além disso, o País tem tido ganho de produtividade interno, que permite o crescimento econômico sem aumento da inflação", disse. 

Tudo o que sabemos sobre:
juroBarbosajuro real

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.