Brasil tem quase 112 linhas de telefone celular para cada 100 habitantes

Segundo a Anatel, País fechou o primeiro semestre com mais de 217,3 milhões de linhas móveis; 17 Estados contam com mais de um celular por habitante

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

26 de julho de 2011 | 18h22

O Brasil fechou o primeiro semestre com mais de 217,3 milhões de linhas de celulares, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira, 26, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Isso quer dizer que, para cada grupo de 100 habitantes, existem 111,6 linhas móveis.

Apenas em junho, foram habilitadas 2,3 milhões de novas linhas. A Vivo continuou líder no mercado brasileiro, com 29,47% do total de clientes, enquanto a TIM empatou com a Claro em 25,55% de participação. No mês anterior, a TIM contava com uma fatia de 25,34%, enquanto a Claro detinha 25,46%. Em quarto lugar, aparece a Oi, com 19,1% do total.

De acordo com a Anatel, 17 Estados contam com mais de um celular por habitante, sendo que, no Distrito Federal, são habilitadas 190,88 linhas a cada 100 pessoas. Em seguida, vem o Estado de São Paulo, com 128,28 acessos móveis para cada grupo de 100 habitantes.

Os celulares pré-pagos respondem por 81,85% do total de linhas habilitadas no País, chegando a 90,27% na região Norte e 90,1% no Nordeste. Já as conexões 3G, que trafegam dados em maior velocidade, totalizaram quase 28 milhões de acessos em junho, respondendo por 12,84% do total de linhas.

Tudo o que sabemos sobre:
brasillinhascelularanatel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.