Brasil tem saldo positivo de US$ 609 mi nas contas externas em julho

Com o resultado, a dívida externa total brasileira alcançou em julhoUS$ 308 bilhões

Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de agosto de 2012 | 10h49

As contas externas brasileiras fecharam com superávit em julho. O balanço de pagamentos apresentou saldo positivo de US$ 609 milhões em julho. No resultado final, as transações correntes tiveram déficit de US$3,8 bilhões, mas a balança de capital (conta financeira) registrou superávit de US$ 7,6 bilhões.

Com o resultado, a dívida externa total brasileira alcançou em julhoUS$ 308,418 bilhões. O valor é superior à última posição consolidada dadívida, referente a março, de US$ 301,176 bilhões.

Segundo o BC, em julho, a maior fatia da dívida estava emcompromissos de longo prazo, parcela que somava US$ 268,625 bilhões. Jáas dívidas de curto prazo somavam US$ 39,792 bilhões, conforme aestimativa do BC. 

Conta corrente

O déficit em transações correntes (conta formada pela balança comercial, a balança de serviços e rendas e as transações unilaterais) no País somou US$ 3,766 bilhões em julho, conforme dados divulgadospelo Banco Central.

O resultado ficou próximo da mediana calculada após levantamento do AE Projeções, negativa em US$ 3,715 bilhões, e dentro do intervalo estimado, de déficit de US$ 1,7 bilhão a -US$ 4,7 bilhões.

O valor apurado no mês passado é ligeiramente superior ao observado em igual mês de 2011, quando as transações correntes registraram saldo negativo de US$ 3,558 bilhões. De acordo com o BC, a maior contribuição para o déficit em julho deste ano veio da conta de serviços, que teve déficit de US$ 3,463 bilhões. Na conta de rendas, o resultado também foi negativo, em US$ 3,442 bilhões. Essa saída de recursos foi parcialmente compensada pela superávit comercial de US$ 2,877 bilhões e as transferências unilaterais, positivas em US$ 263 milhões.

No acumulado de janeiro a julho de 2012, a conta corrente brasileira registra déficit de US$ 29,108 bilhões, o equivalente a 2,16% do Produto Interno Bruto (PIB). Em igual período do ano passado, a conta negativa era de 2,07% do PIB. No acumulado dos últimos 12 meses até julho, a conta corrente brasileira registra saldo negativo de US$ 51,995 bilhões, ou 2,17% do PIB. 

Lucros enviados ao exterior

Empresas nacionais instaladas no Brasil enviaram US$ 1,719 bilhão às sedes na forma de remessas de lucros e dividendos em julho. O dado mostra ligeira redução na comparação com igual do mês do ano passado, quando as transferências somaram US$ 1,822 bilhão. No acumulado de janeiro a julho de 2012, a remessa de lucros soma US$ 11,700 bilhões, menos que os US$ 20,590 bilhões registrados em igual período de 2011.A remessa de lucros faz parte da balança de serviços e rendas.

O BC informou também que o pagamento de juros atrelados a dívidas contraídas no exterior somou US$ 1,768 bilhão no mês passado e alcançou US$ 6,239 bilhões no acumulado dos sete primeiros meses do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.