Brasilprev lucra R$ 153,250 mi no 3º trimestre

O lucro líquido ajustado da Brasilprev, empresa de previdência privada do Banco do Brasil e que passou a ter seus números consolidados na BB Seguridade, alcançou R$ 153,250 milhões no terceiro trimestre deste ano, aumento de 48,9% na comparação com um ano e de 6,0% ante o segundo. Considerando itens extraordinários, o resultado cresceu 124,3% em um ano.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

11 de novembro de 2013 | 09h41

A BB Seguridade explica, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, que o crescimento do lucro da Brasilprev foi impulsionado, principalmente, pelo aumento das receitas com taxas de gestão, em linha com aumento no volume de recursos administrados.

Os ativos totais da Brasilprev alcançaram R$ 79,425 bilhões ao final de setembro, elevação de 26,2% em um ano e de 3,1% sobre junho. Já o patrimônio líquido da companhia atingiu R$ 1,3 bilhão, alta de 32,9% e 7,2%, respectivamente.

O retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) da Brasilprev ficou em 58,4% no terceiro trimestre, 9,1 ponto porcentual maior que o indicador visto em 12 meses. No entanto, na comparação trimestral, foi vista queda de 0,6 ponto porcentual.

A Brasilprev arrecadou R$ 3,694 bilhões em prêmios de julho a setembro. A cifra é 10,1% superior em um ano, porém, 37,3% inferior ante junho. "A redução é explicada pela volatilidade no mercado de juros futuros nos últimos trimestres, que impactou a rentabilidade das aplicações e, de forma conjuntural, tornou o cenário mais desafiador para novas captações e implicou no índice de resgates da indústria", explica a companhia.

Segundo a BB Seguridade, enquanto o mercado registrou resgate maior que a arrecadação em R$ 668,8 milhões, a Brasilprev manteve a captação líquida positiva, com R$ 1,1 bilhão, segundo dados da consultoria Quantum Axis. Em nove meses, a participação de mercado neste quesito chegou a 58%.

A companhia acrescenta ainda, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, que a queda trimestral na arrecadação de prêmios é justificada por questões sazonais na venda de planos de previdência privada.

O resultado financeiro da Brasilprev somou R$ 80,6 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 1,9% ante um ano e de 13,9% em relação ao segundo. O resultado decorreu, conforme detalha a companhia, do aumento do saldo médio das aplicações. Entretanto, uma maior expansão foi limitada, segundo a BB Seguridade, pelo impacto negativo da marcação a mercado que somou resultado negativo de R$ 1,883 milhão no terceiro trimestre contra fluxo positivo de R$ 10,607 milhões em 12 meses. No entanto, a cifra foi 87,5% menor que o resultado negativo de R$ 15 milhões registrado no segundo trimestre.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasilprevbalanço3º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.