Braskem tem maior receita de exportação desde julho/2012

A receita da petroquímica Braskem com exportações disparou em junho, de acordo com dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) nesta terça-feira, 16. As vendas externas da companhia somaram US$ 302,752 milhões (preço FOB) no mês passado, expansão de 42,45% em relação ao mesmo período do ano passado. É a maior receita mensal da Braskem com exportação desde julho de 2012, quando as vendas externas movimentaram US$ 327,648 milhões.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

16 de julho de 2013 | 17h04

O resultado de junho ajudou a impulsionar a receita da Braskem, que totalizou US$ 1,547 bilhão no primeiro semestre. O montante é 10,13% superior ao exportado nos seis primeiros meses do ano passado. Os números consideram apenas as vendas externas feitas pela Braskem com o CNPJ da Braskem S/A. Os dados do MDIC excluem vendas feitas por outras empresas, como a Quattor Participações S/A, controlada pela Braskem.

A petroquímica encerrou o semestre como 12ª maior exportadora do País, atrás da mineradora Samarco (11ª). A lista das dez primeiras do ranking do MDIC é composta por Vale, Petrobras, Bunge, Cargill, BRF, ADM do Brasil, Louis Dreyfus, Quip, Embraer e JBS.

Tudo o que sabemos sobre:
BraskemexportaçõesMDIC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.