BRIC pode estudar auxílio à União Europeia, diz ministro russo

Alexei Kudrin, do Ministério das Finanças da Rússia, também falou que o país quase chegou a um acordo com Chipre sobre um empréstimo, mas não revelou o valor financiamento

Gustavo Nicoletta, da Agência Estadp,

19 de setembro de 2011 | 19h31

Os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) podem estudar a concessão de um auxílio à União Europeia, disse o ministro de Finanças russo, Alexei Kudrin, segundo a agência de notícias Interfax. "Acho que os países com grandes reservas podem estudar esse tipo de sugestão sob certas condições", disse ele.

Kudrin também afirmou que o Chipre quase chegou a um acordo com a Rússia a respeito de um empréstimo, mas não quis revelar a soma exata do financiamento. Os jornais cipriotas divulgaram em 9 de setembro que o país havia pedido um empréstimo de cinco anos para a Rússia no valor de até € 2,5 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
russiabricajudauechipre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.