British, Iberia e American Airlines formam aliança estratégica

Acordo prevê a parceria em voos entre a Europa e América do Norte 

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

29 de setembro de 2010 | 07h41

A empresa aérea britânica British Airways (BA) disse que assinou um acordo com a American Airlines e a Iberia para operarem um negócio transatlântico em conjunto, que poderá gerar uma receita combinada de US$ 7 bilhões por ano. Às 9h30 (de Brasília), as ações da British Airways recuavam 0,33%, enquanto as da Ibéria cediam 0,83%. A American Airlines é uma subsidiária da AMR Corporation, cujas ações subiam 0,16% no pré-mercado em Nova York.

O acordo permitirá que as três companhias cooperem comercialmente nos voos entre a União Europeia, Suíça e Noruega e entre os Estados Unidos, México e Canadá.

Os benefícios do negócio conjunto serão partilhados entre as empresas, independentemente de qual companhia fizer a reserva. O acordo foi aprovado pelas autoridades reguladores da União Europeia e dos EUA.

O negócio conjunto será iniciado em outubro e fornecerá aos consumidores um acesso maior a tarifas reduzidas, conexões mais convenientes e um melhor acesso à rede das companhias aéreas mundiais. Ele também permitirá que as companhias aéreas da aliança oneworld possam competir em pé de igualdade com as outras principais alianças globais, que obtiveram a aprovação reguladora para operar negócios transatlânticos em conjunto há vários anos.

A American Airlines é uma subsidiária da AMR Corporation. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.