BTG pagará R$ 450 mi pela participação de Silvio Santos no Panamericano

Já está acertado que a Caixa e o próprio BTG vão garantir linhas de financiamento para que o banco continue funcionando

Leandro Modé e David Friedlander, de O Estado de S. Paulo,

31 de janeiro de 2011 | 18h24

O BTG Pactual vai pagar R$ 450 milhões pela participação do empresário Silvio Santos no banco Panamericano. Além disso, já está acertado que a Caixa Econômica Federal (que tem 49% do capital do banco) e o próprio BTG vão garantir linhas de financiamento para que o banco continue funcionando.

O Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que já emprestou R$ 2,5 bilhões para Silvio cobrir o rombo descoberto pelo Banco Central no ano passado, deve colocar mais dinheiro para tapar o buraco adicional, estimado em R$ 1,5 bilhão. Os detalhes devem ser divulgados nas próximas horas.

O empresário Silvio Santos esteve nesta segunda na sede do banco de André Esteves, na região da Avenida Faria Lima, em São Paulo, para assinar a venda de sua participação no Panamericano.

Pessoas que participam da operação afirmam que Silvio sairá livre de dívidas e com seus ativos liberados.

Texto atualizado às 20h39

Tudo o que sabemos sobre:
PanamericanoBTGSílvio Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.