Buffet compra Duracell por US$ 4,7 bilhões

Transação adiciona mais uma marca aos cerca de 80 negócios do conjunto de investimentos da Bershire Hathaway

Reuters

13 de novembro de 2014 | 15h28

A Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, vai comprar a divisão de pilhas Duracell, da Procter & Gamble, em troca de sua participação de US$ 4,7 bilhões no grupo de produtos de consumo.

"Eu sempre fiquei impressionado com a Duracell, como consumidor e como investidor de longo prazo na P&G e na Gillette", disse Buffett, presidente-executivo da Berkshire Hathaway.

A transação adiciona mais uma marca aos cerca de 80 negócios do conjunto de investimentos da Bershire Hathaway e também ajuda a companhia de Buffett a fugir de uma alta conta de impostos que seria gerada se a empresa vendesse a participação que detém na P&G no mercado.

A Berkshire afirma que pagou apenas US$ 336 milhões por sua participação de 1,9% na P&G, que totalizou cerca de 52,8 milhões de ações em 30 de junho.

A compra da Duracell é um movimento "brilhante" de Buffett, disse Doug Kass, que dirige a Seabreeze Partners Management, nos Estados Unidos. "O Warren ama marcas de consumo maduras que produzem um fluxo de caixa previsível. A Duracell se encaixa nisso."

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASDURACELLHATHAWAY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.