Busca de empresas por crédito sobe 2,3% em julho

Segundo a Serasa, essa foi a segunda alta consecutiva na comparação com o mesmo período de 2012; no ano, queda da demanda por crédito diminuiu para -3,7%

Agência Estado,

15 de agosto de 2013 | 09h53

O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito, divulgado nesta quinta-feira, 15, pela Serasa Experian, subiu 2,3% em julho em relação a julho de 2012. Foi a segunda alta consecutiva nesta base de comparação, com aceleração em relação ao resultado interanual do indicador em junho, que ficou em 0,6%. Com isso, no acumulado do ano diminuiu a queda da demanda das empresas por crédito de -4,7% entre janeiro e junho para -3,7% entre janeiro e julho.

Na comparação com junho, a busca das empresas por crédito subiu 9,7%, mas o resultado refletiu a maior quantidade de dias úteis (23 em julho contra 20 no mês anterior). Grandes empresas e o setor industrial foram os destaques do mês. As grandes empresas registram alta de 17,4% frente a julho do ano passado e de 18,4% no acumulado do ano. Por setor, as empresas industriais lideraram a procura por crédito, com alta de 8,4% em relação a julho de 2012, embora no acumulado do ano registrem queda de 4,2%.

Em nota distribuída à imprensa, os economistas da Serasa Experian avaliam que o crescimento da procura por crédito pelas grandes empresas é decorrente de um ambiente externo ainda difícil para captações externas e de um mercado de capitais com pouco apetite ao risco. Com isso, elas estão buscando linhas de financiamento oferecidas pelos bancos do País. Já o nível relativamente mais desvalorizado da taxa de câmbio "pode estar influenciando positivamente a busca por crédito por parte das empresas industriais, tendo em vista os ganhos de competitividade decorrentes de níveis mais depreciados da moeda local", dizem os economistas, por meio de nota.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoSerasaempresasjulho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.