Cade amplia análise sobre parceria de Telesp e AbrilCom

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu hoje ampliar as análises a respeito do intrincado caso de uma parceria entre a então Telesp (atualmente Telefônica) e empresas AbrilCom (TVA Sistema, TVA Sul, TVA Brasil e Comercial Cabo). Com isso, o relator do processo, Olavo Chinaglia, retirou o caso de pauta para averiguar a evolução do market share das companhias envolvidas desde o fechamento do negócio, em outubro de 2006.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

14 de setembro de 2011 | 16h22

Como Chinaglia entrará em férias, o tema ficará suspenso por pelo menos um mês. O acordo entre Telesp e a AbrilCom previa uma operação de compra e venda com o objetivo de ofertar serviços de telefonia, banda larga e televisão por assinatura. Na sessão passada, o conselheiro Elvino Mendonça havia pedido vista dos autos.

O processo foi pivô de um debate entre os conselheiros do órgão antitruste, que acabou por acirrar ainda mais os ânimos da autarquia em relação à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável por fazer uma análise prévia do negócio. Para o Cade, o trabalho da Anatel tem sido lento e prejudicado a tramitação de processos do setor no órgão antitruste.

Tudo o que sabemos sobre:
CadeTelespAbrilCom

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.