Cade aprova aumento de fatia da Vale na Biopalma

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou hoje o aumento da participação da Vale na Biopalma, empresa que atua na produção e exploração de óleos vegetais. A fatia da mineradora no negócio passou de 41% para 70%. A votação foi realizada em bloco, sem o detalhamento da operação com os argumentos do relator - no caso, o conselheiro Alessandro Octaviani.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

18 de maio de 2011 | 11h47

A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda já havia recomendado ao Cade a aprovação do caso, afirmando que o mercado é pulverizado e que o negócio não traria problemas à concorrência.

Ainda hoje, o Cade apreciará a operação de compra do negócio de oferta de traveller checks eletrônicos da Travelex, chamado de "Cash Passport", pela Mastercard. Os julgamentos de três outros negócios importantes foram adiados e não serão feitos hoje. Um deles é a compra da GE Money Brasil (Banco GE e GE Participações), além de parcerias com varejistas e lojas, pelo Banco BMG.

Outro é a compra de 64,716% do capital social da OrbiSat pela Embraer, que atua em projeto, desenvolvimento, fabricação, venda e prestação de serviços de aeronaves no Brasil. O terceiro trata do aumento de capital pelo Grupo Pão de Açúcar na participação no capital social da Sendas. Hoje, o grupo detém 50% das ações e, com a operação, se tornará o detentor da empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
mineraçãoValeóleo vegetalBiopalma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.