Cade aprova compra de cotas de fundo da BR Properties por fundo de Michael Klein

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição da totalidade das cotas do Fundo de Investimento Imobiliário Comercial Progressivo II, da BR Properties, por fundo de investimento do empresário Michael Klein, segundo publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

REUTERS

20 de agosto de 2014 | 08h03

Klein realizou a aquisição por meio do Twinsk Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Multimercado, apesar de originalmente a compradora anunciada para a operação ter sido a Capital Brasileiro Empreendimentos Imobiliários, do Grupo CB.

A aquisição "faz parte da estratégia do Twinsk de estar presente nas cinco regiões do país, com imóveis bem localizados que, alugados a empresas atuantes em diversos mercados como varejo de bens duráveis ou de roupas, por exemplo, tragam boa rentabilidade para o Grupo", segundo documento arquivado no Cade.

O FII Comercial Progressivo tem 36 propriedades em 11 Estados do Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Norte do país, mais o Distrito Federal.

Para a BR Properties, os recursos captados com a operação serão usados para reduzir a dívida líquida, em seu programa de recompra de ações e para pagamento de dividendo a acionistas.

Conforme divulgado em julho, quando anunciada a operação, a transação considera o valor de 418,6 milhões de reais e corresponde à diferença entre 606,6 milhões de reais e o saldo da dívida decorrente da emissão de CRI pelo fundo no valor de 188,1 milhões de reais.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASBRPROPERTIESKLEIN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.