Cade aprova negócio entre Alison Bidco e Alstom

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, operação entre Alison Bidco e Alstom. A operação consiste na aquisição, pela Triton Managers IV Limited e pela TFF IV Limited, por meio da subsidiária Alison Bidco, do controle exclusivo do chamado ''Negócio Oak'', hoje detido pela Alstom Holding.

LUCI RIBEIRO, Agencia Estado

19 de maio de 2014 | 08h46

O Negócio Oak atua no fornecimento de equipamentos auxiliares de energia termoelétrica, como preaquecedores de ar e moinhos de minerais. A aprovação do ato de concentração entre as empresas está em despacho da Superintendência-Geral do Cade publicado nesta segunda-feira, 19, no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo documento do órgão antitruste sobre a operação, para a Triton, a aquisição do Oak é uma oportunidade de investimento atrativa que coincide com sua estratégia de investir em negócios de médio porte com bom potencial de desenvolvimento. Para a Alstom, a operação é parte de um projeto de alienação de ativos não essenciais, anunciado pelo Grupo em 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
Alison BidcoAlstomCade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.